abril 05, 2009

Um baile de máscaras numa noite tropical

Calouros de artes visuais 2009

O título da postagem de hoje foi nada mais, nada menos que o tema da calourada de artes visuais 2009 realizada nesta última sexta-feira na Universidade Federal de Sergipe. A organização esteve sob o comando do CENARTE juntamente com alguns calouros que se empenharam bastante para construir essa belíssima festa, regada a muita diversão e alegria o tempo todo.

O cordelista Eduardo Teles: "o pé de cereja era a mulher"

A programação foi bastante variada e contemplou desde a poesia popular, através do cordelista Eduardo Teles, até batucadas de afoxé, contemplando assim os variados gostos do público presente, formado não somente por calouros e veteranos do curso de artes visuais, como também por pessoas de cursos diferentes e até por outros que vieram de fora. A noite foi bastante agradável e contou com a presença ainda de uma performance teatral musicalizada feita por Tony Mariano e Alemão, ambos veteranos do curso de artes visuais.


Performance teatral musicalizada: Tony Mariano e Alemão

A palavra-chave da calourada chamou-se improviso, já que muitas das coisas que aconteceram na festa não estavam programadas para acontecer e talvez por isso tenha sido tão divertido. Calouros e veteranos desfrutaram de um ambiente mais favorável ao entrosamento, especialmente porque alguns dos calouros puderam também participar da construção da festa, o que gerou maior aproximação entre estes e o Centro Acadêmico de Artes.

Integração: calouros, veteranos e alunos de outros cursos

Parabéns a todos que de alguma forma contribuíram para essa calourada de artes 2009 e que venham as próximas com tanta ou mais animação que essa. Valeu galera!